domingo, 9 de outubro de 2016

Slow sundays












photography by us

Sundays are such weird days... We never really feel like doing anything, but we also feel like doing something different at the same time. It's that feeling of lazyness because you know the weekend is almost over, but also the feeling of wanting to enjoy it the fullest for the same reason. Does this make any sense? But, hey, we never end up doing any of those and simply stick to the basics: walking down pretty parks and pretty buildings, taking tons of photos, losing track of time in between ramblings and having a beer at our favorite café in town.
Route 66 is what it's called. It's a cool place decorated with stuff from the famous route 66 and one of the few that actuallly plays music that we like. It's pretty easy to guess why it's our favorite... The Doors playing in the backgroung and all the american signs on the walls is the perfect set up to make us daydream about a roadtrip to California. And dreams... Well, dreams are a daily reminder that life is full of possibilities, even if the world tells you to stop, to settle, to work a 9 to 5 job, to marry, to have kids, to be less human and more machine. And it's fine if you wanna marry, have kids and a job that provides financial stability, but please remember that there's so much more you can do than doing what you're expected to. Never, ever, stop dreaming.

(We told you we ramble a lot. We were talking about sundays, right?)

//

Domingos são sempre dias estranhos. Nunca temos vontade de fazer nada, mas ao mesmo tempo queremos sempre planear alguma coisa diferente. É aquele sentimento de preguiça porque o fim de semana está a acabar, mas também o sentimento de querer aproveitar tudo ao máximo exactamente pelo mesmo motivo. Isto faz algum sentido? A verdade é que acabamos por nunca fazer nada do que aqui descrevemos e ficamo-nos pelo meio termo que resulta sempre: caminhar por parques e edifícios bonitos, tirar mil fotografias, perder noção do tempo entre devaneios e beber uma cerveja no nosso café favorito.
Route 66 é o nome do café. Está decorado com coisas da famosa rota 66 e é um dos poucos que passa música que realmente gostamos. É fácil perceber porque é que é o nosso favorito... The Doors a tocar no plano de fundo e todos os sinais americanos pendurados nas paredes são o cenário perfeito para nos por a sonhar com uma viagem de carro à California. E os sonhos... Bem, os sonhos são um lembrete diário de que a vida é cheia de possibilidades, mesmo que o mundo nos mande parar, assentar, trabalhar das 9 às 5, casar, ter filhos, ser menos humano e mais máquina. E não há problema em querer casar, ter filhos e trabalhar em algo que nos dá estabilidade, mas por favor não se esqueçam que há tão mais para fazer do que aquilo que esperam de nós... Nunca, nunca, deixem de sonhar.

(Nós avisamos que gostávamos de divagar. Estávamos a falar de domingos, certo?) 

5 comentários:

  1. Estou mesmo a sentir isso neste momento ;) Gostei muito das fotos, amorosas!
    kiss

    http://inspirationswithm.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Concordo contigo, é esse o sentimento em relação aos Domingos, por um lado apetece-me ficar em casa e desfrutar só do sofá, mas depois arrependo-me de não ter saído de casa, quando saio o dia passa tão rápido que fico triste, ahaha, acho que faz parte, acredito que com o passar do tempo comecemos a gostar mais de Domingos :)
    e quanto à tua última observação não podia estar mais de acordo, nunca conseguiremos ser realmente felizes se estivermos a fazer determinada coisa só porque é esperado que assim seja, a vida é nossa e cabe-nos a nós fazer com que esta seja o mais feliz possível :)

    ResponderEliminar
  3. Ai os domingos... Se forem todos assim bonitos como os vossos, já valem a pena! :)

    ResponderEliminar
  4. Tão lindo o vosso blog, estou encantada com as fotografias bonitas <3
    Os domingos são mesmo estranhos, mas acreditem se tiver um grande Sol não ficarei em casa, especialmente no Inverno. E quando termina o dia e ficamos com aquela sensação que até foi produtivo.
    Não conheço o Route 66 mas parece muito com um bar/café que temos aqui na zona de Alvalade/Roma chamado Music Burger... E sim, amo The Doors ^_^

    Viver a Viajar

    ResponderEliminar